Em queda livre, Bolsonaro agride Lula (“nove dedos”) e Renan (“vagabundo”) - vídeo

247 - Em queda livre nas pesquisas eleitorais, que mostram o ex-presidente Lula possivelmente obtendo uma vitória no primeiro turno, Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a chamar o petista de "nove dedos" durante visita a Maceió, nesta quinta-feira (13). Veja o ataque a Renan no fim desta reportagem.

"A Caixa, lá atrás, com aquele ladrão de nove dedos, dava prejuízo. Em nosso governo, com a liberdade que você tem, mais que lucros, ela traz benefícios para todos nós do Brasil", afirmou. 

Assim como o filho Flávio, Bolsonaro chamou de "vagabundo" o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, que vem provando o descaso do governo federal com a vacinação. 

"Não vai ser fácil. Sempre tem alguém picareta, vagabundo, querendo atrapalhar o trabalho daquele que produzem. Se Jesus teve um traidor, temos um vagabundo inquirindo pessoas de bem em nosso país. É um crime o que vem acontecendo nessa CPI", discursou o presidente. 

"O recado que eu tenho para esse indivíduo: se quer fazer um show para me derrubar, não fará. Somente Deus me tira daquela cadeira", completou, ovacionado por uma plateia que gritou diversas vezes "Renan Vagabundo" e "Fora Renan".

Bolsonaro estava acompanhado do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do senador Fernando Collor (PROS-AL), adversários de Renan.

Com informações do Globo.

Assista ao vídeo do ataque de Bolsonaro:


Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio