Em voo, ministro da Educação se nega a trocar de poltrona para pai e filho

A educação do ministro Abraham Weintraub ficou de fora do avião em que ele embarcou no domingo passado (16), de São Paulo para Brasília, quando ele se negou a a trocar de poltrona para pai e filho

Dados desmentem MEC: ciências humanas tiveram crescimento acima da média
Dados desmentem MEC: ciências humanas tiveram crescimento acima da média (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

247 - A educação do ministro Abraham Weintraub ficou de fora do avião em que ele embarcou no domingo passado (16), de São Paulo para Brasília. Sentado em sua poltrona, o ministro da Educação foi abordado pela comissária antes da aeronave decolar. Ela perguntou se Weintraub poderia atender ao pedido de um pai de família que sentava algumas fileiras à frente e gostaria de trocar de lugar para ficar com a mulher e os dois filhos. A informação é da jornalista Bela Megale, em sua coluna no jornal O Globo.

Não se tratava de colocá-lo em um assento pior. Ao contrário. O lugar oferecido ao ministro era uma poltrona conforto, aquela com mais espaço para as pernas.

O caçula, de 5 anos, chorava e chamava pelo pai. Weintraub, que estava sozinho, não se comoveu e disse que não trocaria de lugar. A família viajou separada até Brasília.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247