Embaixada da Alemanha desmente Salles e diz que não há acordo sobre Fundo Amazônia

"A Embaixada da Alemanha recebe com espanto as declarações sobre o Fundo Amazônia veiculadas nestes últimos dias", diz um trecho da nota da Embaixada da Alemanha, que desmente a afirmação feita pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que disse que os alemães haviam "topado"e que faltava apenas a anuência dos noruegueses sobre o acordo do Fundo Amazônia

Jair Bolsonaro e o Ministro de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Salles
Jair Bolsonaro e o Ministro de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Salles (Foto: Marcos Correa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Embaixada da Alemanha desmentiu o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles sobre sua afirmação de que o governo alemão teria concordado com os termos da minuta feita pelo Ministério do Meio Ambiente sobre o novo desenho do Fundo Amazônia. A informação é do jornal O Globo.

"A Embaixada da Alemanha recebe com espanto as declarações sobre o Fundo Amazônia veiculadas nestes últimos dias", diz a embaixada em nota.

Na semana passada, em entrevista ao Valor, Salles disse que a nova minuta de reestruturação do Fundo estava pronta e havia sido enviada aos doadores. O ministro afirmou que os alemães haviam "topado"e que faltava apenas a anuência dos noruegueses.

Segundo a representação da Alemanha no país, no início desta semana foi recebida uma proposta formal do BNDES para reformular o Fundo Amazônia, autorizada, segundo o BNDES, pelo ministro Salles. 

"Esta proposta está em avaliação e a Alemanha não comentou o assunto até o momento com o lado brasileiro. A avaliação será realizada em estreia cooperação com a Noruega", enfatiza outro trecho da nota.

O fundo tem recursos dos governos da Noruega (mais de 90%) e da Alemanha. Apesar da importância estratégica para ações de proteção à Amazônia, Jair Bolsonaro e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, atacaram o fundo e extinguiram dois de seus comitês sem aviso prévio e após uma série de comentários críticos feitos pelo presidente, que afirmou que o Brasil não precisava dos recursos e que o dinheiro da Noruega deveria ser usado para reflorestar a Alemanha.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247