Enem: Bolsonaro minimiza lambança e lança pérola sobre Weintraub: 'extremamente competente'

Ainda em Nova Delhi, Jair Bolsonaro aliviou para o ministro Weintraub e para a lambança no Enem que começa a piorar a relação do governo com os estudantes. Ele disse que sempre há erros no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que Weintraub é extremamente competente

Balbúrdia no Enem.
Balbúrdia no Enem. (Foto: PR | ABr | USP Imagens)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ainda em Nova Delhi, Jair Bolsonaro aliviou para o ministro Weintraub e para a lambança no Enem que começa a piorar a relação do governo com os estudantes. Ele disse que sempre há erros no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que Weintraub é extremamente competente. 

A reportagem do site Metrópoles relembra o problema do exame nacional: "após a divulgação das notas do Enem, no último dia 17, candidatos apontaram erros na correção das provas. O Ministério da Educação admitiu que identificou “inconsistências” no resultado das provas de 5.974 participantes, ou seja, 0,15% do total de inscritos."

A matéria ainda acrescenta que "sobre a possibilidade de o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ser interrompido por uma liminar, Bolsonaro disse que cabe à Justiça decidir."

E completa: "a divulgação do resultado do Sisu, prevista para ocorrer no próximo dia 28, está suspensa por enquanto. Isso por que a Defensoria Pública da União (DPU) conseguiu uma liminar na Justiça Federal de São Paulo que determina que o governo comprove a correção de erros no resultado das provas do Enem 2019."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247