Enquanto Doria quer tucanos com Bolsonaro, Alckmin fala em 'independência'

Ao ser questionado sobre as declarações do governador João Doria de que o partido "vai mudar" para uma sigla de "posições de centro", justificando a aproximação com Bolsonaro, o presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, disse que a legenda tem "profundo compromisso com a democracia"

Enquanto Doria quer tucanos com Bolsonaro, Alckmin fala em 'independência'
Enquanto Doria quer tucanos com Bolsonaro, Alckmin fala em 'independência' (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 - Ao ser questionado sobre a aproximação do governador de São Paulo, João Dória, com o governo de Jair Bolsonaro (PSL), o presidente do PSDB, Geraldo Alckmin, defendeu que os tucanos devem ter independência em relação ao governo. A afirmaão foi dada em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Mas a discordância de Alckmin com Doria não ficou apenas quando o assunto é Bolsonaro. Sobre as declarações do atual governador de São Paulo de que o partido "vai mudar" para uma sigla de "posições de centro", Alckmin disse que a legenda tem "profundo compromisso com a democracia".

"O PSDB é um partido de centro. Sempre foi. Longe dos extremos. O PSDB é um partido com profundo compromisso com a democracia, inclusive a interna, um partido reformista, do mundo, da velocidade da mudança, liberal na economia, acreditamos na economia de mercado e com visão social".

Segundo o ex-governador tucano, o país tem "15 milhões de pessoas na miséria, não é nem na pobreza", e por isso "ter a questão da desigualdade da justiça social, é essencial".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247