Enquanto o Brasil afunda a pesquisa, Alemanha anuncia 160 bi de euros

Enquanto o governo Jair Bolsonaro anuncia corte de verbas para universidades, abrindo margem para uma catástrofe na educação e na pesquisa em nível nacional, universidades e centros de pesquisas da Alemanha terão 160 bi de euros a mais entre 2021 e 2030, de acordo com a ministra alemã da Educação, Anja Karliczek

Enquanto o Brasil afunda a pesquisa, Alemanha anuncia 160 bi de euros
Enquanto o Brasil afunda a pesquisa, Alemanha anuncia 160 bi de euros

247 - Enquanto o governo Jair Bolsonaro anuncia corte de verbas para universidades, abrindo margem para uma catástrofe na educação e na pesquisa em nível nacional universidades e centros de pesquisas da Alemanha terão mais dinheiro a partir de 2021. De acordo com a ministra alemã da Educação, Anja Karliczek, o governo federal e os estados investirão 160 bilhões de euros no ensino superior e na pesquisa científica entre 2021 e 2030. Em média, esse valor representa 2 bilhões de euros a mais por ano, na comparação com 2019.

"Com isso estaremos garantindo a prosperidade de nosso país no longo prazo", afirmou Karliczek em Berlim, ao encerrar meses de debates entre o governo federal e os estados para definir o plano de investimentos no ensino superior da próximos 10 anos.

Do valor total serão 41,5 bilhões de euros para a melhoria do ensino superior e 120 bilhões de euros para centros de pesquisa não universitários, como o Instituto Max Planck e a Associação Fraunhofer.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247