Epicentro do coronavírus, Brasil também enfrenta início de novo surto de zika

Nova espécie do vírus, identificada por pesquisadores do Cidacs, estaria em circulação desde o início deste ano, e poderia levar o país a encarar duas epidemias simultâneas

Mosquito Aedes Aegypti
Mosquito Aedes Aegypti (Foto: NIAID)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal Forum - Uma nova espécie do vírus zika estaria circulando no Brasil nos últimos meses, com o potencial de se transformar em uma segunda epidemia, simultânea a do coronavírus, que tem no país o seu epicentro mundial atual.

A informação surge a partir dos resultados de uma pesquisa de investigadores do Cidacs (Centro de Integração de Dados e Conhecimento em Saúde), publicada no Journal of Infectious Diseases, a qual afirma que se trata de um subtipo do vírus, de origem asiática.

O pesquisador Artur Queiroz, co-autor da investigação, afirma que “a principal descoberta é que vemos uma variação de subtipos e linhagens ao longo dos anos e em 2019, embora apareça uma pequena linhagem, que até então não havia sido detectada no país”.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247