Ernesto Araújo compara Bolsonaro a Jesus Cristo: 'pedra angular'

Chanceler Ernesto Araújo comparou o presidente Jair Bolsonaro a Jesus Cristo durante discurso no Instituto Rio Branco; Araújo, que chegou a chorar em vários momentos citou um trecho do Evangelho que "diz que a pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular 'do edifício do novo Brasil'"; para os cristãos, a pedra angular simboliza a figura de Jesus Cristo

Ernesto Araújo compara Bolsonaro a Jesus Cristo: 'pedra angular'
Ernesto Araújo compara Bolsonaro a Jesus Cristo: 'pedra angular' (Foto: Valter Campanato/Ag. Brasil)

247 - O chanceler Ernesto Araújo comparou o presidente Jair Bolsonaro a Jesus Cristo durante seu discurso na cerimônia de formatura de novos diplomatas do Instituto Rio Branco, realizada nesta sexta-feira 3 (leia mais). O ministro, que chegou a chorar em vários momentos do discurso, citou Bolsonaro ao fazer referência a um trecho do Evangelho que diz que "a pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular". Para os cristãos, a pedra angular simboliza a figura de Jesus Cristo.

"A pedra que os órgãos da imprensa rejeitaram, a pedra que os intelectuais rejeitaram, que os especialistas rejeitaram... Essa pedra tornou-se a pedra angular do edifício do novo Brasil", disse Ernesto Araújo em uma crítica indireta aos meios de comunicação e aos opositores.

Araújo, que está há pouco mais de quatro meses no cargo e que com menos de dois foi eleito como o pior chanceler do mundo, segundo a revista Jacobin, disse ainda que o atual governo vem lutando por "renovação" e afirmou que "nenhum presidente da República valorizou mais o papel do Itamaraty do que o senhor, nenhum teve visão mais clara sobre o papel da política externa para a transformação nacional".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247