Errata: Jungmann não nomeou ex-mulher para cargo em seu ministério

A notícia de que o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, teria contratado uma ex-esposa sua para um cargo no ministério foi negada pela assessoria de imprensa da pasta; Débora Albuquerque, nomeada como Secretária-Executiva Adjunta da pasta, "jamais foi casada com o ministro Raul Jungmann – muito menos com ele teve filhos", diz a nota

Errata: Jungmann não nomeou ex-mulher para cargo em seu ministério
Errata: Jungmann não nomeou ex-mulher para cargo em seu ministério (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

247 - A notícia de que o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, teria contratado uma ex-esposa sua, Débora Albuquerque, para um cargo no ministério foi negada pela assessoria de imprensa da pasta. O 247 reproduziu a informação da página BR18, do Estado de S.Paulo, que também se retratou. Pedimos desculpas pela publicação de informações incorretas.

Débora Albuquerque, nomeada como Secretária-Executiva Adjunta da pasta, "jamais foi casada com o ministro Raul Jungmann – muito menos com ele teve filhos", diz a nota enviada ao 247 pelo ministério.

"Débora Albuquerque é socióloga, com pós-graduação em Planejamento e Gestão Pública, tendo exercido diversos cargos estaduais em Pernambuco, currículo que a qualifica plenamente para a função", informa também a pasta.

A nova servidora "foi titular do Diretório Nacional do PPS e presidente estadual do partido até janeiro de 2017, quando assumiu a Secretaria Nacional da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, a convite do então ministro Roberto Freire" e "foi convidada pelo ministro Raul Jungmann para a secretaria-executiva adjunta do MSP, onde coordenará a área de prevenção social, na Câmara Interministerial criada para esse fim", diz ainda o comunicado. 

Texto atualizado dia 08/07/2018 às 23h30

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247