Erundina: General Peternelli na Funai é um risco aos povos indígenas

Deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) criticou a indicação do general Roberto Sebastião Peternelli Júnior, para o comando da Funai no governo interino de Michel Temer; "Um general da reserva que defende a volta dos militares ao poder assumir o comando da FUNAI é uma afronta", afirmou; "É um risco concreto da suspensão de direitos humanos em relação aos índios, ou até mesmo de uma militarização com potencial genocida", acrescentou

Deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) criticou a indicação do general Roberto Sebastião Peternelli Júnior, para o comando da Funai no governo interino de Michel Temer; "Um general da reserva que defende a volta dos militares ao poder assumir o comando da FUNAI é uma afronta", afirmou; "É um risco concreto da suspensão de direitos humanos em relação aos índios, ou até mesmo de uma militarização com potencial genocida", acrescentou
Deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) criticou a indicação do general Roberto Sebastião Peternelli Júnior, para o comando da Funai no governo interino de Michel Temer; "Um general da reserva que defende a volta dos militares ao poder assumir o comando da FUNAI é uma afronta", afirmou; "É um risco concreto da suspensão de direitos humanos em relação aos índios, ou até mesmo de uma militarização com potencial genocida", acrescentou (Foto: Aquiles Lins)

247 - A deputada federal Luiza Erundina (PSOL-SP) criticou nesta quarta-feira, 6, a indicação do general Roberto Sebastião Peternelli Júnior, para o comando da Fundação Nacional do Índio (Funai) no governo interino de Michel Temer. 

"Um general da reserva que defende a volta dos militares ao poder assumir o comando da FUNAI é uma afronta. Peternelli é ligado, ao contrário do que se espera de alguém que esteja à frente da Funai, à bancada ruralista da Câmara dos Deputados", criticou Erundina.

A deputada criticou a Câmara, por adotar medidas contrárias a uma demarcação justa de terras indígenas, por meio da PEC 215, que transfere a prerrogativa da demarcação do Executivo para o Legislativo.

"Peternelli é um risco concreto da suspensão de direitos humanos em relação aos índios, ou até mesmo de uma militarização com potencial genocida", acrescentou. 

Leia na íntegra o comentário de Luiza Erundina.  

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247