'Escolher um lado é sempre melhor do que ficar em cima do muro', diz Carol Solberg

A jogadora Carol Solberg, advertida por ter dito "Fora Bolsonaro" durante entrevista, não pode mais se posicionar sobre política nas competições da modalidade. No entanto, a atleta não se sentiu vencida, e declarou que “com certeza” está “mais forte” e que “escolher um lado da história é sempre melhor do que ficar em cima do muro”

Carol Solberg
Carol Solberg (Foto: CBV)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jogadora Carol Solberg, advertida por ter dito "Fora Bolsonaro" após uma partida do Circuito Brasileiro do Vôlei de Praia, não pode mais se posicionar sobre política nas competições da modalidade ou sofrerá pena mais dura. No entanto, Carol não se sentiu vencida, e declarou que “com certeza” está “mais forte” e que “escolher um lado da história é sempre melhor do que ficar em cima do muro”. 

A defesa da atleta já decidiu que vai entrar com recurso na segunda instância do STJD até esta quarta-feira (21) para buscar a absolvição.

“Me sinto censurada com a advertência. Dei uma entrevista após o jogo, meu desabafo foi genuíno. Difícil ver tudo que está acontecendo sob esse governo e se calar. Um governo com uma política totalmente covarde com as minorias, que está destruindo nosso meio ambiente, que faz apologia a torturadores, que ameaça à imprensa, que tem desprezo total pela nossa cultura e nossos maiores artistas, que ri da nossa cara e mente descaradamente. Ser julgada e advertida por me expressar me deixa com o sentimento de censurada sim”, respondeu Carol durante entrevista concedida ao jornal O Globo.

“Achei lamentável a forma como foi conduzido o último voto, foi extremamente machista e desrespeitoso. Mas fiquei feliz em ver que tinham pessoas ali com um olhar realmente justo para aquela situação”, acrescentou.

“Eu com certeza estou mais forte e tenho certeza que escolher um lado da história é sempre melhor do que ficar em cima do muro”, concluiu a atleta. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247