Está explicada a obsessão e raiva que Bolsonaro tem da minha família, diz Marcelo Rubens Paiva

Nunca tínhamos entendido a obsessão e raiva que Bolsonaro sente pela minha família. Está explicado agora”, postou Marcelo Rubens Paiva, filho do deputado federal Rubens Paiva, morto pela ditadura; postagem faz referência a uma reportagem que revela que Jair Bolsonaro empregou Maria de Fátima Campos Belham, esposa do general reformado José Antônio Nogueira Belham como sua assessora até 2013; Belham é apontado como um dos autores do assassinato de Rubens Paiva

(Foto: 247 | Reprodução)

247 - “Nunca tínhamos entendido a obsessão e raiva que Bolsonaro sente pela minha família. Está explicado agora”, postou o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva, filho do deputado federal Rubens Paiva, morto pela ditadura. A postagem faz referência a uma reportagem da revista Época que revela que Jair Bolsonaro Maria de Fátima Campos Belham como sua assessora parlamentar até sua aposentadoria como a professora do Colégio Militar de Brasília, em 2013. Fátima é mulher do general reformado do Exército José Antônio Nogueira Belham, que chefiou o DOI-Codi e é apontado como um dos responsáveis pelo assassinato de Rubens Paiva.  

De acordo com a reportagem, Maria de Fátima foi cedida pelo Ministério da Defesa ao gabinete de Bolsonaro quando ele ocupava uma vaga na Câmara dos Deputados. Belham também fez parte do Centro de Informações do Exército (CIE), núcleo de inteligência, que na época era ligado ao ministro do Orlando Geisel. 

“Desses anos, carrega o processo que se tornou histórico na Justiça brasileira: responde por homicídio doloso qualificado, ocultação de cadáver, quadrilha armada e fraude processual no caso do desaparecimento do deputado federal Rubens Paiva”, diz um trecho da reportagem. 

O processo contra Belham e os militares Rubens Paim Sampaio, Raymundo Ronaldo Campos, Jurandyr Ochsendorf e Souza e Jacy Ochsendorf e Souza, aberto em 2014, foi o primeiro caso de homicídio no Judiciário brasileiro contra militares por crimes ocorrido durante a ditadura militar. 

Confira a postagem de Marcelo Rubens Paiva sobre o assunto. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247