Estudantes ocupam 769 escolas do país contra PEC e reforma do ensino médio

União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) divulgou no fim da tarde de hoje (18) mais um balanço das ocupações estudantis; em todo o país já são mais de 769 escolas e campi universitários e da rede federal de ensino tecnológico, nos estados de MG, RN, RS, GO, RJ, AL, MT, PE, RO, PA, ES, TO, BA, SC, SP, MA e PI; no Paraná, onde os professores estão em greve desde ontem, estão ocupados 688 colégios estaduais e dez campi de universidades estaduais e federais

União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) divulgou no fim da tarde de hoje (18) mais um balanço das ocupações estudantis; em todo o país já são mais de 769 escolas e campi universitários e da rede federal de ensino tecnológico, nos estados de MG, RN, RS, GO, RJ, AL, MT, PE, RO, PA, ES, TO, BA, SC, SP, MA e PI; no Paraná, onde os professores estão em greve desde ontem, estão ocupados 688 colégios estaduais e dez campi de universidades estaduais e federais
União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) divulgou no fim da tarde de hoje (18) mais um balanço das ocupações estudantis; em todo o país já são mais de 769 escolas e campi universitários e da rede federal de ensino tecnológico, nos estados de MG, RN, RS, GO, RJ, AL, MT, PE, RO, PA, ES, TO, BA, SC, SP, MA e PI; no Paraná, onde os professores estão em greve desde ontem, estão ocupados 688 colégios estaduais e dez campi de universidades estaduais e federais (Foto: Aquiles Lins)

Rede Brasil Atual - A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) divulgou no fim da tarde de hoje (18) mais um balanço das ocupações estudantis. Em todo o país já são mais de 769 escolas e campi universitários e da rede federal de ensino tecnológico.

O movimento dos estudantes é contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que congela investimentos federais e desobriga repasses da União a estados e municípios para custear a educação; a Medida Provisória (MP) 746, que fragmenta o ensino médio e desobriga o ensino de disciplinas como Sociologia, Filosofia, Artes e Educação Física; e propostas que pretendem criminalizar e banir o debate na sala de aula, a chamada Escola sem Partido.

No Paraná, onde os professores estão em greve desde ontem, estão ocupados 688 colégios estaduais e dez campi de universidades estaduais e federais. O governo Beto Richa (PSDB) decretou recesso escolar ao longo desta semana nas unidades ocupadas e convocou ação da Justiça, Ministério Público e Conselhos Tutelares a fiscalizar a presença de menores de idade nas ocupações. A medida foi recebida como estratégia de esvaziamento do movimento e a Associação dos Conselhos Tutelares do Estado do Paraná se manifestou ontem favoravelmente aos estudantes e ao seu movimento pela qualidade da educação.

Em Minas Gerais, há oito escolas estaduais ocupadas e seis unidades do Instituto Federal de Minas. Há 12 campi da rede federal ocupados no Rio Grande do Norte, dez no Rio Grande do Sul, cinco em Goiás, três no Rio de Janeiro, dois em Alagoas e um nos estados de Mato Grosso, Pernambuco, Rondônia, Pará, Espírito Santo, Tocantins, Bahia, Santa Catarina, Maranhão e Piauí. Em São Paulo, foi ocupada hoje uma escola estadual em Caraguatatuba, no litoral norte.

Há ainda campi ocupados nos estados de Pernambuco, Bahia e Piauí.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247