Etchegoyen se reuniu com chefe da CIA e entregou identidade de agente

Governo de Michel Temer comete mais uma lambança: no dia 9 de junho, o ministro Sergio Etchegoyen, chefe do Gabinete da Segurança Institucional, se encontrou com o chefe da CIA no Brasil, Duyane Norman; em sua agenda oficial, a equipe do ministro divulgou a identidade secreta do agente, que nem ele próprio revelava; no entanto, a grande questão é: o que o governo brasileiro, fruto de um golpe parlamentar, discutiu com o chefe da agência de espionagem dos Estados Unidos?

Governo de Michel Temer comete mais uma lambança: no dia 9 de junho, o ministro Sergio Etchegoyen, chefe do Gabinete da Segurança Institucional, se encontrou com o chefe da CIA no Brasil, Duyane Norman; em sua agenda oficial, a equipe do ministro divulgou a identidade secreta do agente, que nem ele próprio revelava; no entanto, a grande questão é: o que o governo brasileiro, fruto de um golpe parlamentar, discutiu com o chefe da agência de espionagem dos Estados Unidos?
Governo de Michel Temer comete mais uma lambança: no dia 9 de junho, o ministro Sergio Etchegoyen, chefe do Gabinete da Segurança Institucional, se encontrou com o chefe da CIA no Brasil, Duyane Norman; em sua agenda oficial, a equipe do ministro divulgou a identidade secreta do agente, que nem ele próprio revelava; no entanto, a grande questão é: o que o governo brasileiro, fruto de um golpe parlamentar, discutiu com o chefe da agência de espionagem dos Estados Unidos? (Foto: Gisele Federicce)

247 - O governo de Michel Temer cometeu mais uma lambança diplomática. 

No dia em que o site do Palácio do Planalto divulgou uma viagem de Temer à República Socialista Federativa Soviética da Rússia, o jornalista Pedro Carvalho, da coluna Radar On-Line, informa que a equipe do ministro Sergio Etchegoyen, chefe do Gabinete da Segurança Institucional, entregou a identidade secreta de um agente da CIA.

No dia 9 de junho, a agenda do ministro registrava um encontro entre ele e Duyane Norman, "Chefe do Posto da CIA em Brasília". Nem o próprio agente se identifica como funcionário da central de inteligência americana, e sim como "political officer".

O cargo está descrito na rede social corporativa LinkedIn. Há poucas - ou quase nenhuma - informações sobre ele na internet, o que indica que ele realmente gostaria de ter mantido sua identidade secreta, revelada pelo governo brasileiro.

No entanto, independente da revelação da identidade secreta do chefe do agente, a grande questão é: o que o governo brasileiro, fruto de um golpe parlamentar, discutiu com o chefe da agência de espionagem dos Estados Unidos?

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão
Brasil

Mourão: quem manda é o Bolsonaro

Ocupando interinamente a Presidência, enquanto Jair Bolsonaro está no hospital, o general Hamiton Mourão concedeu entrevista ao jornal Correio Braziliense na qual buscou evitar qualquer conflito...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247