Evangélicos têm tendência bolsonarista e relativizam mais coronavírus, aponta Datafolha

Evangélicos tendem a avaliar de forma mais positiva o presidente Jair Bolsonaro e a relativizar mais a pandemia do coronavírus, de acordo com a mais recente pesquisa do Datafolha divulgada nesta sexa-feira (10)

Igreja Universal de Edir Macedo ainda é acusada por pastores de tentar punir “rebeldes” que denunciaram as irregularidades à Justiça angolana.
Igreja Universal de Edir Macedo ainda é acusada por pastores de tentar punir “rebeldes” que denunciaram as irregularidades à Justiça angolana. (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Reportagem do jornal Folha de S.Paulo revela que os evangélicos tendem a avaliar de forma mais positiva o presidente Jair Bolsonaro e a relativizar mais a pandemia do coronavírus, de acordo com a mais recente pesquisa do Datafolha.

Segundo levantamento feito de 1º a 3 de abril, os indivíduos que se declaram dessa corrente religiosa estão entre os que mais aprovam a atuação do presidente diante da pandemia.

A reportagem dambém informa que, de acordo com o instituto, o índice de ótimo ou bom atribuído à condução da crise pelo presidente passa de 33%, na população em geral, para 41% considerando apenas os evangélicos..

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247