Ex-ministro da Previdência pede revogação de todas as medidas de Temer

Em artigo intitulado Os Novos Desafios da Previdência Social, para a série O Brasil de Amanhã, publicada pelo Instituto Lula, o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas defende a necessidade de revogação de medidas tomadas por Michel Temer, além de promover reformas estruturais, para que o país possa garantir uma Previdência segura e sustentável; "A Seguridade Social vem sofrendo ataques sucessivos dos neoliberais que desejam transformá-la em produto para venda no mercado", diz

Em artigo intitulado Os Novos Desafios da Previdência Social, para a série O Brasil de Amanhã, publicada pelo Instituto Lula, o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas defende a necessidade de revogação de medidas tomadas por Michel Temer, além de promover reformas estruturais, para que o país possa garantir uma Previdência segura e sustentável; "A Seguridade Social vem sofrendo ataques sucessivos dos neoliberais que desejam transformá-la em produto para venda no mercado", diz
Em artigo intitulado Os Novos Desafios da Previdência Social, para a série O Brasil de Amanhã, publicada pelo Instituto Lula, o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas defende a necessidade de revogação de medidas tomadas por Michel Temer, além de promover reformas estruturais, para que o país possa garantir uma Previdência segura e sustentável; "A Seguridade Social vem sofrendo ataques sucessivos dos neoliberais que desejam transformá-la em produto para venda no mercado", diz (Foto: Leonardo Lucena)

Rede Brasil Atual - "A Seguridade Social vem sofrendo ataques sucessivos dos neoliberais que desejam transformá-la em produto para venda no mercado", afirma o ex-ministro da Previdência Social durante os governos Lula (2002-2010) e Dilma (2010-2016) Carlos Eduardo Gabas. Em artigo intitulado Os Novos Desafios da Previdência Social, para a série O Brasil de Amanhã, publicada pelo Instituto Lula, o ex-ministro defende a necessidade de revogação de medidas tomadas pelo presidente Michel Temer (MDB), além de promover reformas estruturais, para que o país possa garantir uma Previdência segura e sustentável.

Gabas afirma que o argumento de que a Previdência pode levar o Brasil à falência é "uma falácia". E defende que a sociedade discuta sobre o custeio do sistema. “De 2003 a 2014, essa estrutura (…) alcançou níveis de proteção social nunca antes experimentados no Brasil. No entanto, apesar de aumentar a proteção e incluir socialmente milhões de cidadãos, não rediscutirmos a estrutura de financiamento”, afirma.

Leia a íntegra

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247