Ex-tesoureiro tucano não declarou conta na Suíça

Citado na lista de brasileiros com contas secretas no HSBC da Suíça, ex-deputado federal Márcio Fortes não declarou bens ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ); em 2000, ele foi a pessoa física que mais doou ao partido; durante a campanha de José Serra à Presidência, em 2002, Fortes usou notas frias e o PSDB chegou a ser multado em R$ 7 milhões

Citado na lista de brasileiros com contas secretas no HSBC da Suíça, ex-deputado federal Márcio Fortes não declarou bens ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ); em 2000, ele foi a pessoa física que mais doou ao partido; durante a campanha de José Serra à Presidência, em 2002, Fortes usou notas frias e o PSDB chegou a ser multado em R$ 7 milhões
Citado na lista de brasileiros com contas secretas no HSBC da Suíça, ex-deputado federal Márcio Fortes não declarou bens ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ); em 2000, ele foi a pessoa física que mais doou ao partido; durante a campanha de José Serra à Presidência, em 2002, Fortes usou notas frias e o PSDB chegou a ser multado em R$ 7 milhões (Foto: Roberta Namour)

247 – Um dos fundadores do PSDB, o empresário Marcio Fortes é um dos 8 mil brasileiros que mantiveram contas secretas no HSBC durante 2006 e 2007, de acordo com o caso Swissleaks.

Ex-deputado federal, ele chegou a ter três contas no paraíso fiscal – uma delas com US$ 2,4 milhões, mas não declarou bens ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). Em 2000, ele foi a pessoa física que mais doou ao partido. 

Durante a campanha de José Serra à Presidência, em 2002, o então tesoureiro usou notas frias e o PSDB chegou a ser multado em R$ 7 milhões.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247