Exame detecta trombose venosa em Dona Marisa

Segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira 31 pelo Hospital Sírio Libanês, um exame de ultrassom realizado na tarde de ontem detectou a presença de trombose venosa profunda nos membros inferiores da ex-primeira-dama, que foi internada há uma semana após sofrer um AVC; o hospital informa ainda que o quadro clínico de Dona Marisa permanece estável e ela apresenta melhora progressiva dos parâmetros neurológicos

Segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira 31 pelo Hospital Sírio Libanês, um exame de ultrassom realizado na tarde de ontem detectou a presença de trombose venosa profunda nos membros inferiores da ex-primeira-dama, que foi internada há uma semana após sofrer um AVC; o hospital informa ainda que o quadro clínico de Dona Marisa permanece estável e ela apresenta melhora progressiva dos parâmetros neurológicos
Segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira 31 pelo Hospital Sírio Libanês, um exame de ultrassom realizado na tarde de ontem detectou a presença de trombose venosa profunda nos membros inferiores da ex-primeira-dama, que foi internada há uma semana após sofrer um AVC; o hospital informa ainda que o quadro clínico de Dona Marisa permanece estável e ela apresenta melhora progressiva dos parâmetros neurológicos (Foto: Gisele Federicce)

247 - Um exame de ultrassom realizado na tarde desta segunda-feira 30 detectou a presença de trombose venosa profunda nos membros inferiores de Maisa Letícia, esposa do ex-presidente Lula.

A informação consta em um boletim médico divulgado nesta terça-feira 31 pelo Hospital Sírio Libanês, onde a ex-primeira-dama foi internada há uma semana após sofrer um AVC (acidente vascular cerebral) provocado após o rompimento de um aneurisma.

O boletim informa ainda que os médicos realizaram a passagem de um filtro de veia cava inferior com o objetivo de prevenir a ocorrência de embolia. O quadro clínico permanece estável. Leia mais na Agência Brasil:

Marisa Letícia apresenta melhora progressiva, diz boletim médico

Fernanda Cruz – A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, 66 anos, apresenta melhora progressiva dos parâmetros neurológicos, segundo os médicos. O boletim foi divulgado hoje (31) pelo Hospital Sírio-Libanês, onde Marisa está internada desde o dia 24, na capital paulista.

A melhora foi observada a partir dos exames de tomografia de crânio, ultrassonografia doppler transcraniano e pressão intracraniana.

Na tarde de ontem (30), em exame de rotina, os médicos detectaram uma trombose venosa profunda dos membros inferiores da paciente. A equipe usou um filtro de veia cava inferior com o objetivo de prevenir uma embolia.

A ex-primeira-dama foi para o hospital no dia 24, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Segundo o Sírio-Libanês, após a admissão hospitalar, Marisa foi submetida à embolização de aneurisma cerebral. Posteriormente, a paciente foi submetida à passagem de um cateter para monitorização intra-ventricular da pressão intracraniana.

Marisa Letícia vem sendo acompanhada pelas equipes coordenadas pelos médicos Roberto Kalil Filho, Milberto Scaff, Marcos Stávale e José Guilherme Caldas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247