Exército diz a Temer que fará “estrita observância” da Constituição

O Exército manterá seu compromisso com os princípios Constitucionais, afirmaram os três comandantes das Forças Armadas a Michel Temer em reunião, segundo nota divulgada pelo Centro de Comunicação Social do Exército; "O General Villas Bôas, Comandante do Exército, reafirma que a atuação da Força Terrestre tem por base os pilares da estabilidade, legalidade e legitimidade, e ressalta a coesão e unidade de pensamento entre as Forças Armadas", diz a nota; após a delação da JBS, em que o peemedebista aparece dando aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e apontado como beneficiários de megaspropinas, Temer vê seu governo indo ao fiasco, sem apoio da base e da população

Michel Temer
Michel Temer (Foto: Leonardo Lucena)

BRASÍLIA (Reuters) - O Exército manterá seu compromisso com os princípios Constitucionais, afirmaram os três comandantes das Forças Armadas ao presidente Michel Temer em reunião no fim da tarde da sexta-feira, informou nota divulgada pelo Centro de Comunicação Social do Exército.

Segundo a nota, durante o encontro, que também contou com a presença do ministro da Defesa, Raul Jungmann, foi discutida a conjuntura atual e ressaltada "a estrita observância das Forças Armadas aos ditames constitucionais".

"O General Villas Bôas, Comandante do Exército, reafirma que a atuação da Força Terrestre tem por base os pilares da estabilidade, legalidade e legitimidade, e ressalta a coesão e unidade de pensamento entre as Forças Armadas", diz a nota.

Em seu perfil no Twitter, Villas Bôas falou da audiência com Temer e reafirmou "o compromisso perene do Exército com a Constituição e em prol da nossa sociedade".

A reunião dos comandantes com o presidente ocorre após a reviravolta política provocada pelas delações envolvendo Temer e aliados.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247