Exército teme Trump brasileiro e diz que não apoia Bolsonaro

"Nitidamente, há um cansaço em relação ao politicamente correto. O perigo é quando surge um líder falando coisas politicamente incorretíssimas, mas que correspondem ao inconformismo das pessoas", diz o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas; "Tivemos Donald Trump nos Estados Unidos e temos alguns aqui no nosso país", acrescentou, destacando que o Exército não apoia Jair Bolsonaro à presidência

"Nitidamente, há um cansaço em relação ao politicamente correto. O perigo é quando surge um líder falando coisas politicamente incorretíssimas, mas que correspondem ao inconformismo das pessoas", diz o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas; "Tivemos Donald Trump nos Estados Unidos e temos alguns aqui no nosso país", acrescentou, destacando que o Exército não apoia Jair Bolsonaro à presidência
"Nitidamente, há um cansaço em relação ao politicamente correto. O perigo é quando surge um líder falando coisas politicamente incorretíssimas, mas que correspondem ao inconformismo das pessoas", diz o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas; "Tivemos Donald Trump nos Estados Unidos e temos alguns aqui no nosso país", acrescentou, destacando que o Exército não apoia Jair Bolsonaro à presidência (Foto: Gisele Federicce)

247 – O Exército brasileiro não apoia o deputado Jair Bolsonaro como candidato à presidência da República em 2018.

"Não. Nós não temos ligação institucional com o Bolsonaro. Ele é um ex-integrante das Forças Armadas, tem muita relação com o pessoal do círculo dele e tem todo o direito de se candidatar, mas quem vai julgá-lo é a população, por intermédio do voto", disse o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, em entrevista à revista Veja.

Antes, ele havia demonstrado um temor em relação ao que seria um Trump brasileiro. "Nitidamente, há um cansaço em relação ao politicamente correto. O perigo é quando surge um líder falando coisas politicamente incorretíssimas, mas que correspondem ao inconformismo das pessoas", declarou. "Tivemos Donald Trump nos Estados Unidos e temos alguns aqui no nosso país", acrescentou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247