FHC critica Guedes e diz que "impulsos presidenciais assustam"

Em vídeo exibido no evento sobre os 25 anos do Plano Real, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, "não tem jeito de lidar com o Congresso"

Sérgio Moro agia como santo protetor de FHC
Sérgio Moro agia como santo protetor de FHC (Foto: RENATO ARAUJO/ABr)

247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou nesta segunda-feira (1º/7) que o ministro da Economia de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, "não tem jeito de lidar com o Congresso".

"Quando vejo Paulo Guedes na TV, ele crê [na agenda]. Isso é importante, [estando o que ele propõe] certo ou errado", afirma FHC em vídeo exibido no evento '25 anos do Real - Os desafios para o Brasil', promovido pelo jornal "Correio Braziliense", em Brasília, segudo informa o jornal Valor.

Em meio a informações sobre a compra de votos para aprovar a reforma da Previdencia, vale lembrar do escândalo da compra de votos da reeleição, revelado em 1997, em que parlamentares recebiam bilhetes para trocar por propinas em Brasília, garantindo a reeleição de FHC.

Agora, FHC diz que a reforma deve "passar de maneira aceitável" e disse ao comparar o momento atual com o período de implantação do Plano Real, disse que é importante "ganhar a população, não o mercado", para que reformas sejam realizadas.

Ele criticou o que chamous de "impulsos presidenciais que assustam". "Os partidos são fracos, o Congresso não. Tem que respeitar o Congresso", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247