FHC diz à Justiça que já tinha decidido por caças suecos em seu governo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou nesta terça-feira (12), em depoimento à Justiça Federal, que durante o seu governo a Aeronáutica já tinha decidido pela compra dos caças suecos; ele explicou que não efetuou a negociação para não "onerar" o próximo presidente, que veio a ser Luiz Inácio Lula da Silva; FHC prestou depoimento por videoconferência à 10ª Vara da Justiça Federal, em Brasília, como testemunha do ex-presidente Lula; petista e o filho dele Luiz Cláudio Lula da Silva, além de dois empresários, se tornaram réus após o Ministério Público Federal denunciá-los por tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na compra dos caças, investigada no âmbito da Operação Zelotes

fhc
fhc (Foto: José Barbacena)

247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou nesta terça-feira (12), em depoimento à Justiça Federal, que durante o seu governo a Aeronáutica já tinha decidido pela compra dos caças suecos. Ele explicou que não efetuou a negociação para não "onerar" o próximo presidente, que veio a ser Luiz Inácio Lula da Silva.

FHC prestou depoimento por videoconferência à 10ª Vara da Justiça Federal, em Brasília, como testemunha do ex-presidente Lula.

O petista e o filho dele Luiz Cláudio Lula da Silva, além de dois empresários, se tornaram réus após o Ministério Público Federal denunciá-los por tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na compra dos caças, investigada no âmbito da Operação Zelotes.

"No meu período de governo já havia uma demanda da força área que renovássemos a frota. No final de um longo processo, eu me lembro que a Aeronáutica era favorável pelos caças suecos. Como já estávamos se aproximando do fim do meu mandato, não quis fazer uma compra, que seria paga pelo governo seguinte", disse o ex-presidente, durante o depoimento.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247