FHC diz que deixa PSDB se partido aliar-se com Bolsonaro

“Perdemos a eleição por erros também nossos. Temos de ser capazes de fazer autocrítica. Sobreviver porque vai ter um carguinho, sobrevive-se, mas com migalhas. Não com voto da maioria, não com o coração nem com a mente da maioria. Ah, para que vou me meter nisso a esta altura da vida?”, questionou

FHC diz que deixa PSDB se partido aliar-se com Bolsonaro
FHC diz que deixa PSDB se partido aliar-se com Bolsonaro (Foto: ED FERREIRA)

247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) declarou, em entrevista publicada na revista Veja, nesta sexta-feira (30) que, “se o PSDB virar uma sublegenda do governo, qualquer governo, estou fora”, disse. Para o tucano, o partido não pode fazer oposição sistemática, nem virar sublegenda governista. 

“Perdemos a eleição por erros também nossos. Temos de ser capazes de fazer autocrítica. Sobreviver porque vai ter um carguinho, sobrevive-se, mas com migalhas. Não com voto da maioria, não com o coração nem com a mente da maioria. Ah, para que vou me meter nisso a esta altura da vida?”, questionou.

Sobre a possibilidade de endurecimento do regime com a eleição de Jair Bolsonaro, FHC acredita que não é possível: “olha, os dois lados estão inventando fantasmas. Um vê fascismo, o outro acha que o comunismo está à porta. Isso era na época da Guerra Fria, quando o comunismo existia, havia a União Soviética. Onde está isso hoje?”, e completou: “o importante é entender que o momento que vivemos não tem nada a ver com o que ocorreu em 1964. É outro momento. As Forças Armadas não estão pressionando pelo autoritarismo”, encerrou.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247