Forças Armadas vão sugerir mudança em seu regime de aposentadoria

Poupada da reforma da Previdência do governo Temer que será votada no Congresso, e com receio de que ela chegue até os militares, a cúpula das Forças Armadas vai propor a elevação para 70 anos a idade em que são obrigados a ir para a reserva, entre outras alterações; a ideia é tentar manter a alíquota de contribuição em 7,5%, enquanto servidores civis pagam 11%

Poupada da reforma da Previdência do governo Temer que será votada no Congresso, e com receio de que ela chegue até os militares, a cúpula das Forças Armadas vai propor a elevação para 70 anos a idade em que são obrigados a ir para a reserva, entre outras alterações; a ideia é tentar manter a alíquota de contribuição em 7,5%, enquanto servidores civis pagam 11%
Poupada da reforma da Previdência do governo Temer que será votada no Congresso, e com receio de que ela chegue até os militares, a cúpula das Forças Armadas vai propor a elevação para 70 anos a idade em que são obrigados a ir para a reserva, entre outras alterações; a ideia é tentar manter a alíquota de contribuição em 7,5%, enquanto servidores civis pagam 11% (Foto: Gisele Federicce)

247 – Poupados da reforma da Previdência apresentada por Michel Temer, os militares querem apresentar mudanças para o seu próprio regime de previdência, com receio de que sejam prejudicados com eventuais mudanças negociadas no ministério da Defesa.

O governo disse que irá enviar ao Congresso uma mudança específica para o regime das Forças Armadas. Há uma proposta sendo negociada no Ministério da Defesa.

Segundo reportagem de Laís Alegretti, da Folha, a cúpula das Forças Armadas vai propor a elevação para um intervalo de 55 a 70 anos a idade em que são obrigados a ir para a reserva. Hoje essas idades variam de 44 anos (soldado e marinheiro) até 66 (general de Exército, almirante de esquadra e tenente-brigadeiro).

A ideia dos militares é tentar manter a alíquota de contribuição em 7,5%, enquanto servidores civis pagam 11%. Segundo a Fazenda, os militares responderam por 44% (R$ 34 bilhões) do déficit de R$ 77 bilhões dos servidores da União em 2016.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247