Freixo denuncia acampamento bolsonarista que prega o extermínio da esquerda

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) denunciou pelo Twitter o movimento paramilitar bolsonarista acampado em Brasília que prega o extermínio da esquerda

Deputado Marcelo Freixo
Deputado Marcelo Freixo (Foto: Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em mensagem publicada no Twitter, o deputado Marcelo Freixo alerta para a agressividade do movimento paramilitar de extrema direita, que age como uma milícia e faz apologia ao crime .

"URGENTE! O PSOL denunciou ao MPF o movimento paramilitar bolsonarista que está acampado em Brasília e prega o "extermínio da esquerda" e "treinamento físico de combate". Trata-se de apologia ao crime e formação de milícia privada. É o mesmo grupo que espancou jornalistas domingo", escreve Freixo .

“Lembre-se, você NÃO É MAIS UM MILITANTE, VOCÊ É UM MILITAR, um militar com uma farda verde e amarela, pronto para dar a vida pela sua nação”. É com essa frase que moderadores de um grupo bolsonarista no aplicativo Telegram mobilizam pessoas para participarem de um acampamento que acontece no gramado em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. O nome do grupo é “300 do Brasil”. 

O grupo se organiza de acordo com métodos do paramilitarismo e é uma ameaça às instituições democráticas. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247