Fumaça das queimadas brasileiras começa a se espalhar pela América do Sul

A gigantesca nuvem cinza formada pelos incêndios criminosos que se proliferam nos quatro dos seis biomas brasileiros (Pantanal, Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica) já chegou a Peru, Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai

Fumaça do Brasil começa a se alastrar para países vizinhos
Fumaça do Brasil começa a se alastrar para países vizinhos (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O volume colossal de fumaça produzido pelas queimadas no país começa a se alastrar pela América do Sul. Peru, Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai são os mais afetados. 

A reportagem do portal G1 destaca que “em 19 dias de setembro, focos de calor na Amazônia já são 34% maiores que no mesmo mês de 2019. No Pantanal, alta é mais que o dobro em comparação com o ano passado. A fumaça das queimadas na Amazônia e no Pantanal já se estende por mais de 4 mil quilômetros da América Latina e chega a cobrir parte dos países vizinhos.”

A matéria ainda acrescenta que “a trajetória da fumaça aparece em imagem de satélite divulgada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) neste sábado (19) (...) A floresta amazônica teve 26.656 focos de calor detectados pelo Inpe em setembro (entre os dias 1º e 19). Em menos de 20 dias, o número já é 34% superior ao que foi registrado no mês inteiro do ano passado: 19.925. A média para esse período do ano é de 32.812 pontos de queimadas.”

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247