Funaro diz que vai processar Hypermarcas

 O economista Lucio Bologna Funaro vai entrar com ação por perdas e danos contra o grupo Hypermarcas e contra o ex-executivo e acionista da empresa Nelson Mello, que também será alvo de ação criminal; Funaro diz que a ação terá como base o fato de Mello, quando diretor, “fazer uma contratação por um serviço devidamente prestado e depois mudar o contexto”, relacionado a valores pagos a propina a ser repassada a políticos

 O economista Lucio Bologna Funaro vai entrar com ação por perdas e danos contra o grupo Hypermarcas e contra o ex-executivo e acionista da empresa Nelson Mello, que também será alvo de ação criminal; Funaro diz que a ação terá como base o fato de Mello, quando diretor, “fazer uma contratação por um serviço devidamente prestado e depois mudar o contexto”, relacionado a valores pagos a propina a ser repassada a políticos
 O economista Lucio Bologna Funaro vai entrar com ação por perdas e danos contra o grupo Hypermarcas e contra o ex-executivo e acionista da empresa Nelson Mello, que também será alvo de ação criminal; Funaro diz que a ação terá como base o fato de Mello, quando diretor, “fazer uma contratação por um serviço devidamente prestado e depois mudar o contexto”, relacionado a valores pagos a propina a ser repassada a políticos (Foto: Valter Lima)

247 - O economista Lucio Bologna Funaro vai entrar com ação por perdas e danos contra o grupo Hypermarcas e contra o ex-executivo e acionista da empresa Nelson Mello, que também será alvo de ação criminal. Funaro diz que a ação terá como base o fato de Mello, quando diretor, “fazer uma contratação por um serviço devidamente prestado e depois mudar o contexto”, relacionado a valores pagos a propina a ser repassada a políticos.

Segundo o Estadão, Mello acusou Funaro em delação premiada de distribuir R$ 30 milhões de propina para os senadores Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Eduardo Braga (AM), todos do PMDB.

Funaro diz que não comenta que serviço prestou devido a cláusula de confidencialidade, mas que “se a empresa provar que não foi prestado, ele mesmo devolve o dinheiro”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247