Fuzis de acusado de matar Marielle têm semelhanças com armas do 'Senhor das Armas'

A Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos do Rio de Janeiro, a Desarme, encontrou semelhanças entre os 117 fuzis encontrados na cada de Alexandre Motta - suspeito de ser 'laranja' de Ronnie Lessa - e os 60 fuzis apreendidos em 2017, no Aeroporto do Galeão, provenientes do traficante Frederik Barbieri, conhecido como 'Senhor das Armas'; uma perícia realizada mostra que o que há de igual entre estas armas é a plataforma M-16, que ostenta de maneira indevida a marca HK

Fuzis de acusado de matar Marielle têm semelhanças com armas do 'Senhor das Armas'
Fuzis de acusado de matar Marielle têm semelhanças com armas do 'Senhor das Armas'
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos do Rio de Janeiro, a Desarme, encontrou semelhanças entre os 117 fuzis encontrados na cada de Alexandre Motta - suspeito de ser 'laranja' de Ronnie Lessa - e os 60 fuzis apreendidos em 2017, no Aeroporto do Galeão, provenientes do traficante Frederik Barbieri, conhecido como 'Senhor das Armas'. Uma perícia realizada mostra que o que há de igual entre estas armas é a plataforma M-16, que ostenta de maneira indevida a marca HK.

A reportagem do jornal Extra destaca as declarações do delegado Marcos Amin: "Vale ressaltar que detectamos, também, que o material apreendido na casa do amigo de Lessa é bem acabado, de uma matéria-prima boa, um aço muito bom. Apesar de não terem sido confeccionadas por nenhum grande fabricante, as peças são de boa qualidade."

Segundo a reportagem, "quando os fuzis de Barbieri foram apreendidos no Brasil, a polícia rastreou a origem das armas e chegou, através do número de série delas, até uma loja em Fort Pierce, na Flórida (EUA). No estabelecimento, tiveram acesso a câmeras de segurança e flagraram Barbieri fazendo compras."

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247