Genoino quer prisão domiciliar provisória em SP

A defesa do ex-deputado José Genoino vai entrar ainda hoje com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele passe a cumprir em casa sua pena pela condenação no processo da Ação Penal 470; seu advogado, Luiz Fernando Pacheco, argumentou que foi ele próprio quem manifestou interesse em voltar para São Paulo, onde reside há 30 anos; atualmente Genoino está na casa de um contraparente em Brasília

A defesa do ex-deputado José Genoino vai entrar ainda hoje com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele passe a cumprir em casa sua pena pela condenação no processo da Ação Penal 470; seu advogado, Luiz Fernando Pacheco, argumentou que foi ele próprio quem manifestou interesse em voltar para São Paulo, onde reside há 30 anos; atualmente Genoino está na casa de um contraparente em Brasília
A defesa do ex-deputado José Genoino vai entrar ainda hoje com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele passe a cumprir em casa sua pena pela condenação no processo da Ação Penal 470; seu advogado, Luiz Fernando Pacheco, argumentou que foi ele próprio quem manifestou interesse em voltar para São Paulo, onde reside há 30 anos; atualmente Genoino está na casa de um contraparente em Brasília (Foto: Romulo Faro)

247 - A defesa do ex-deputado e ex-presidente do PT José Genoino vai entrar ainda hoje com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele passe a cumprir em casa sua pena pela condenação no processo da Ação Penal 470, o 'mensalão'. Informação é da Agência Estado.

Defesa pedirá "prisão domiciliar provisória" de Genoino em sua casa no Butantã, na zona oeste da capital paulista. Ele foi preso no dia 15 de novembro e ficou instalado no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

No dia 21 de novembro, o presidente do STF, Joaquim Barbosa, concedeu autorização provisória para que Genoino cumpra prisão domiciliar até que a Corte dê a palavra final sobre se a Penitenciária da Papuda oferece condições para ele fazer seu tratamento de saúde.

Desde então o ex-deputado está, de acordo com seu advogado, Luiz Fernando Pacheco, na casa de um familiar em Brasília.

O advogado argumentou em matéria da Agência Estado que foi o próprio Genoino quem manifestou interesse em voltar para São Paulo, onde reside há 30 anos. Atualmente Genoino está na casa de um contraparente em Brasília.

O defensor não quis revelar a identidade do hóspede do condenado nem o endereço onde o ex-presidente petista se encontra. A Vara de Execuções Penais informou que a localização de Genoino está sob sigilo.

"É um pedido particular dele. Ele está há muito tempo incomodado com essa indecisão sobre onde vai ficar", disse o advogado de Genoino. Se for mantida a prisão domiciliar, o ex-presidente do PT continuaria na capital paulista. Caso o Supremo rejeite o pedido, ele iria querer voltar a cumprir pena na Penitenciária de Brasília.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247