Gerente de empresa de amigo de Temer tentou abrir contas para R$ 20 milhões

Em outubro de 2018, o gerente Antonio Carlos Correia da Silva tentou fazer o depósito da quantia, tentando abrir duas contas jurídicas em um banco; ele seria o "laranja"de Coronel Lima, amigo pessoal e acusado de corupção ao lado de Temer

Gerente de empresa de amigo de Temer tentou abrir contas para R$ 20 milhões
Gerente de empresa de amigo de Temer tentou abrir contas para R$ 20 milhões (Foto: Reprodução)

247 - Um gerente financeiro da Argeplan, empresa que pertence a Coronel Lima, amigo do ex-presidente Michel Temer (MDB) tentou movimentar R$ 20 milhões dias após a Polícia Federal (PF) ter pedido a abertura de um inquérito contra Temer (MDB) sobre o pagamento de propinas envolvendo as obras da usina nuclear de Angra 3. Temer e Lima negam envolvimento.

A informação foi anexada ontem pela força-tarefa do MPF na Operação Lava Jato no processo em que Temer e Lima foram alvos de mandados de prisão preventiva em março, sendo soltos dias depois.

Em outubro de 2018, o gerente Antonio Carlos Correia da Silva tentou fazer o depósito da quantia, tentando abrir duas contas jurídicas em um banco. Ele seria o "laranja"de Lima.

"Os indícios de irregularidades na tentativa de movimentação financeira são ainda mais graves, na medida em que tudo indica que o que se pretendia era efetivar a transferência de recursos de uma pessoa jurídica para contas de outras duas pessoas jurídicas e uma pessoa física", disse o MPF em documento apresentado ao juiz Marcelo Bretas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247