Gilmar: “Brasil está em crise sem tamanho porque ninguém cumpre a lei”

Para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, "o Brasil está em uma crise sem tamanho porque ninguém cumpre a lei". Ele diz que o Ministério Público é o primeiro a não seguir o que mandam as leis; "Quem sai aí a cometer crimes não é a Polícia Federal, mas o Ministério Público, ao violar as regras básicas", disse Gilmar em entrevista à rádio Jovem Pan

Brasília - Ministro Gilmar Mendes durante sessão plenária do Supremo Tribunal Federal (STF) para julgamento da validade das delações da JBS (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - Ministro Gilmar Mendes durante sessão plenária do Supremo Tribunal Federal (STF) para julgamento da validade das delações da JBS (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Romulo Faro)

247 - Para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, "o Brasil está em uma crise sem tamanho porque ninguém cumpre a lei". Ele diz que o Ministério Público é o primeiro a não seguir o que mandam as leis. "Quem sai aí a cometer crimes não é a Polícia Federal, mas o Ministério Público, ao violar as regras básicas", disse Gilmar em entrevista à rádio Jovem Pan.

O magistrado ainda afirmou que o teto salarial só é cumprido no STF, diferente do que acontece com promotores, juízes, procuradores, que violam o sistema ganhando acima do limite.

"Estados paupérrimos pagam acima do teto. Então, o Brasil precisa passar a dar atenção às leis. Eu tenho a impressão de que essa crise, inclusive, é benfazeja. Corte de salários, revisão de modelos extremamente generosos...eu tenho a impressão de que isso vai fazer que nós façamos conta e façamos talvez uma reflexão", opinou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247