Gilmar Mendes sobre militares: incomodou porque ‘bateu em perna quebrada’ do governo

O ministro do STF Gilmar Mendes sugeriu que sua fala sobre militares no Ministério da Saúde revoltou o governo Jair Bolsonaro porque abordou uma dificuldade de gestão da crise do coronavírus

Gilmar Mendes
Gilmar Mendes (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes afirmou a pessoas próximas que membros do governo Jair Bolsonaro não gostaram da sua fala sobre os militares no Ministério da Saúde porque ela "bateu em uma perna quebrada" da gestão. A informação é da coluna de Bela Megale, do jornal o Globo. 

Em uma live no último sábado (11), Gilmar afirmou que o Exército, que passou a ocupar a pasta, se associou a um genocídio na pandemia do coronavírus. 

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e os comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica emitiram uma nota repudiando "veementemente a acusação apresentada pelo senhor Gilmar Mendes, contra o Exército brasileiro (...)".

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email