Gilmar Mendes sobre militares: incomodou porque ‘bateu em perna quebrada’ do governo

O ministro do STF Gilmar Mendes sugeriu que sua fala sobre militares no Ministério da Saúde revoltou o governo Jair Bolsonaro porque abordou uma dificuldade de gestão da crise do coronavírus

www.brasil247.com - Gilmar Mendes
Gilmar Mendes (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes afirmou a pessoas próximas que membros do governo Jair Bolsonaro não gostaram da sua fala sobre os militares no Ministério da Saúde porque ela "bateu em uma perna quebrada" da gestão. A informação é da coluna de Bela Megale, do jornal o Globo. 

Em uma live no último sábado (11), Gilmar afirmou que o Exército, que passou a ocupar a pasta, se associou a um genocídio na pandemia do coronavírus. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e os comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica emitiram uma nota repudiando "veementemente a acusação apresentada pelo senhor Gilmar Mendes, contra o Exército brasileiro (...)".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email