Gleisi, líderes do PT e Zanin falam sobre perseguição a Lula

Presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, realiza um bate-papo com o advogado Cristiano Zanin, que defende o ex-presidente Lula; encontro acontece no Diretório Nacional do PT, em São Paulo; além de Gleisi e Zanin, também participam da conversa os líderes do partido na Câmara e no Senado, o deputado federal Carlos Zarattini e o senador Lindbergh Farias, e dos vice-presidentes Marcio Macedo, Paulo Teixeira

Presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, realiza um bate-papo com o advogado Cristiano Zanin, que defende o ex-presidente Lula; encontro acontece no Diretório Nacional do PT, em São Paulo; além de Gleisi e Zanin, também participam da conversa os líderes do partido na Câmara e no Senado, o deputado federal Carlos Zarattini e o senador Lindbergh Farias, e dos vice-presidentes Marcio Macedo, Paulo Teixeira
Presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, realiza um bate-papo com o advogado Cristiano Zanin, que defende o ex-presidente Lula; encontro acontece no Diretório Nacional do PT, em São Paulo; além de Gleisi e Zanin, também participam da conversa os líderes do partido na Câmara e no Senado, o deputado federal Carlos Zarattini e o senador Lindbergh Farias, e dos vice-presidentes Marcio Macedo, Paulo Teixeira (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, realiza um bate-papo com o advogado Cristiano Zanin, que defende o ex-presidente Lula. O encontro acontece no Diretório Nacional do PT, em São Paulo.

Além de Gleisi e Zanin, também participam da conversa os líderes do partido na Câmara e no Senado, o deputado federal Carlos Zarattini e o senador Lindbergh Farias, e dos vice-presidentes Marcio Macedo, Paulo Teixeira e Alexandre Padilha.

Assista: 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247