Glenn critica desespero dos que querem ir pra cima do “hacker”

O jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do site Intercept Brasil, criticou os que tentam "descrever Snowden como o hacker-chefe em parceria com o Telegram pode ser a teoria de conspiração mais insana que já li em uma revista que um dia já teve credibilidade. Só se pode rir". A PF, subordinada a Sérgio Moro, articula para emitir uma resposta "contundente" ao que classifica de "ação orquestrada perpetrada por criminosos de alto calibre"

247 - O jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do site Intercept Brasil, criticou os que tentam "descrever Snowden como o hacker-chefe em parceria com o Telegram pode ser a teoria de conspiração mais insana que já li em uma revista que um dia já teve credibilidade. Só se pode rir".

"Além disso, se Snowden estava trabalhando em parceria com os fundadores da Telegram - a mais engraçada teoria da conspiração, dada a frequência com que ele criticava a Telegram -, por que alguém teria que pagar um hacker? A conspiração insana se contradiz. O desespero é feio", disse o jornalista no Twitter.

 A Polícia Federal articula para, nas próximas semanas,  emitir uma resposta "contundente" ao que classifica de "ação orquestrada perpetrada por criminosos de alto calibre". A reportagem da revista Istoé destaca que "sob a coordenação do diretor-geral Maurício Valeixo, a PF acredita ter se aproximado dos hackers que invadiram a privacidade dos procuradores e expuseram as vísceras da Lava Jato. Em investigações preliminares, os agentes da Polícia Federal já identificaram conexões no Brasil, em especial em Santa Catarina, e no exterior, com o suposto envolvimento de agentes na Rússia e até em Dubai, nos Emirados Árabes. Segundo agentes ouvidos por ISTOÉ, a PF pode estar perto de alcançar os responsáveis pelo hackeamento ilegal, o que, se confirmado, constituiria uma bomba capaz de provocar uma reviravolta no caso."

Em junho de 2013, através do jornal britânico  The Guardian, Greenwald foi um dos jornalistas que, em parceria com Edward Snowden, levaram a público a existência dos programas secretos de vigilância dos EUA que entraram em operação pela Agência de Segurança Nacional. 

No Brasil, o Intercept vem divulgando uma séria de reportagens demonstrando a interferência do ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, no trabalho de procuradores da Operação Lava Jato para tirar o ex-presidente Lula da eleição. 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247