Governador de RO tem mandato cassado pelo TRE

O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), teve o seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta quinta-feira (5); além dele, o TRE também votou pela cassação do vice-governador Daniel Pereira (PMDB); a decisão pela cassação, quatro votos a favor e três contra, teve como base uma investigação feita contra a coligação Rondônia no Caminho Certo por abuso de poder econômico e compra de votos; cabe recurso

O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), teve o seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta quinta-feira (5); além dele, o TRE também votou pela cassação do vice-governador Daniel Pereira (PMDB); a decisão pela cassação, quatro votos a favor e três contra, teve como base uma investigação feita contra a coligação Rondônia no Caminho Certo por abuso de poder econômico e compra de votos; cabe recurso
O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), teve o seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta quinta-feira (5); além dele, o TRE também votou pela cassação do vice-governador Daniel Pereira (PMDB); a decisão pela cassação, quatro votos a favor e três contra, teve como base uma investigação feita contra a coligação Rondônia no Caminho Certo por abuso de poder econômico e compra de votos; cabe recurso (Foto: Paulo Emílio)

247 - O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), teve o seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta quinta-feira (5). Além dele, o TRE também votou pela cassação do vice-governador Daniel Pereira (PMDB).

A decisão pela cassação, quatro votos a favor e três contra, teve como base uma investigação feita contra a coligação Rondônia no Caminho Certo por abuso de poder econômica e captação ilícita de sufrágio, mais conhecida como compra de voto. Moura e Pereira devem recorrer da decisão.

Segundo a ação, em uma convenção realizada pelo PMDB no ano passado para indicar os candidatos às eleições, teria ocorrido distribuição de comida aos cerca de mil participantes do encontro, o que caracterizaria compra de votos.

De acordo com a assessoria de comunicação do Governo do Estado de Rondônia, os advogados da coligação estão esperando o fechamento da ata do TRE para se pronunciar sobre a decisão da Justiça Eleitoral.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247