Governador do AM diz que pecuária e madeireiros são responsáveis pelas queimadas

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), atribuiu o aumento das queimadas à pecuária e à atividade madeireira e reforçou a importância dos recursos estrangeiros do Fundo Amazônia. Lima também afirmou não ter sido identificada ligação de ONGs com desmatamento e queimadas ilegais no Estado, como foi insinuado por Bolsonaro.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), atribuiu o aumento das queimadas à pecuária e à atividade madeireira e reforçou a importância dos recursos estrangeiros do Fundo Amazônia. Lima também afirmou não ter sido identificada ligação de ONGs com desmatamento e queimadas ilegais no Estado, como foi insinuado por Bolsonaro.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que o governador ainda "disse que o Amazonas 'tem feito a sua parte' para conter os problemas, com a manutenção de uma equipe permanente de controle. 'Assim que começamos a identificar os primeiros focos de calor, determinei o estado de emergência'.”

Wilson Lima "comentou que o monitoramento feito por tecnologias do Estado também costuma ter os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) como referência e que não foi encontrada 'discrepância'."

A matéria ainda acrescenta que "segundo ele, as principais causas identificadas para a alta das queimadas são a pecuária e a atividade madeireira, além da especulação imobiliária. Diferentemente do que foi alegado pelo presidente nesta semana, afirmou que não foi identificada qualquer ação ilegal cometida por alguma ONG."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email