Governadora de Roraima coloca Temer e Moraes na parede: “Queremos ações reais”

Em conversa por telefone com Michel Temer, governadora Suely Campos manifestou sua indignação com a negligência do governo federal diante da situação caótica do sistema penitenciário do estado; "O que adianta o ministro (Alexandre de Moraes) vir aqui, se já aconteceu o pior? Só para usar a imprensa? Queremos ações reais, como liberação de recursos", questionou; em novembro do ano passado, após morte de 10 presos, Suelym pediu a Moraes o envio de homens da Força Nacional para ajudar na segurança dos presídios; o ministro negou 

Em conversa por telefone com Michel Temer, governadora Suely Campos manifestou sua indignação com a negligência do governo federal diante da situação caótica do sistema penitenciário do estado; "O que adianta o ministro (Alexandre de Moraes) vir aqui, se já aconteceu o pior? Só para usar a imprensa? Queremos ações reais, como liberação de recursos", questionou; em novembro do ano passado, após morte de 10 presos, Suelym pediu a Moraes o envio de homens da Força Nacional para ajudar na segurança dos presídios; o ministro negou 
Em conversa por telefone com Michel Temer, governadora Suely Campos manifestou sua indignação com a negligência do governo federal diante da situação caótica do sistema penitenciário do estado; "O que adianta o ministro (Alexandre de Moraes) vir aqui, se já aconteceu o pior? Só para usar a imprensa? Queremos ações reais, como liberação de recursos", questionou; em novembro do ano passado, após morte de 10 presos, Suelym pediu a Moraes o envio de homens da Força Nacional para ajudar na segurança dos presídios; o ministro negou  (Foto: José Barbacena)

247 - A governadora de Roraima, Suely Campos, se cansou da negligência de Michel Temer (PMDB) e do ministro Alexandre de Moraes. No ano passado, em novembro, após morte de 10 presos no mesmo presídio onde ocorreu o massacre desta semana, Suely pediu a Moraes o envio de homens da Força Nacional para ajudar na segurança da penitenciária. Ele negou.

A Coluna, do Estadão, revelou que Suely pressionou Temer, em uma conversa por telefone. “O que adianta o ministro (Alexandre de Moraes) vir aqui, se já aconteceu o pior? Só para usar a imprensa? Queremos ações reais, como liberação de recursos”, disse.

A situação da segurança em Roraima é caótica. Quase 13% do efetivo policial é usado para segurança em presídio e sobram apenas 1,6 mil policiais para proteger 516 mil habitantes. 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247