Governadores da Amazônia pressionam Bolsonaro por ajuda no combate a queimadas

Os governadores da região amazônica enviaram neste sábado carta a Jair Bolsonaro exigindo providências no combate às queimadas na floresta e a realização com urgência de uma reunião com o Governo Federal

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os governadores da região amazônica enviaram neste sábado carta a Jair Bolsonaro exigindo providências no combate às queimadas na floresta e a realização com urgência de uma reunião com o governo federal 

Reportagem de Fabiana Figueiredo, do G1, informa que o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, formado pelos sete estados do Norte, além de Mato Grosso e Maranhão, pediu cooperação do governo federal e uma reunião em caráter de urgência com Jair Bolsonaro para tratar de queimadas na região. 

Uma carta assinada pelos governadores foi divulgada neste sábado (24).  “Solicitamos imediatas providências no sentido de viabilizar a cooperação das estruturas dos Estados da Amazônia Legal e as do Governo Federal no emprego específico de combate a focos de incêndio na Floresta Amazônica do Estado Brasileiro, com apoio material para enfrentamento efetivo ao desmatamento e incremento às ações de fiscalização de atividades legais”, diz o documento.  

Isto indica que os governadores ainda vão pagar para ver a concretização das promessas feitas na sexta-feira à noite por Bolsonaro em pronunciamento por rede de TV.   

O discurso de Bolsonaro foi mal recebido pela população dos grandes centros urbanos, que o rechaçaram com panelaços e outras manifestações de protesto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email