Governo Bolsonaro coloca advogado da milícia no Ministério da Saúde

247 - Um grande mistério hoje no Ministério da Saúde é a nomeação de Zoser Hardman de Araújo, um advogado criminalista  que já  defendeu milicianos do Rio e um ex-PM condenado pelo assassinato da juíza Patrícia Acioli em 2011.

A coluna Painel da Folha de São Paulo diz que buscou informações junto ao Ministério mas ninguém quis falar sobre quem é o responsável pela nomeação do advogado criminalista.  

No site do TSE, Araújo aparece como filiado ao PRTB, partido do vice-presidente Hamilton Mourão. Em nota, o ministério disse que ele não se filiou à legenda. A pasta afirmou ainda que o cargo tem sido ocupado por bacharéis em direito.

Receber notificações do Brasil 247. Inscreva-se.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Leia também:

Raí, Casagrande, Joanna Maranhão e outros atletas organizam luta pela democracia

Esportistas de variadas modalidades estão se reunindo pelo WhatsApp para formular uma frente de esportistas em defesa da democracia

Brasil inicia testes com possível vacina contra Covid-19 desenvolvida em Oxford

Segundo a Unifesp, 2 mil pessoas participarão dos testes, que serão feitos também com apoio do Ministério da Saúde

Gilmar Mendes avalia que TSE não está voltado para cassação de chapa de Bolsonaro

Ministro do STF Gilmar Mendes disse achar que a Justiça Eleitoral não está voltada para eventual cassação da chapa que elegeu Jair...