Governo Bolsonaro se articula com entidade que dissemina ódio nos Estados Unidos

O governo brasileiro mantém contato com uma entidade dos EUA considerada ultraconservadora, a Alliance Defending Freedom (ADF International). A organização se fortaleceu durante o governo Trump e é classificada como um "grupo de ódio"

Damares Alves
Damares Alves (Foto: Júlio Nascimento/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo Bolsonaro mantém contato com uma entidade de extrema direita nos Estados Unidos, classificada como um grupo de ódio.
Trata-se da Alliance Defending Freedom (ADF International) se fortaleceu durante o governo de Donald Trump, a quem Bolsonaro e seu clã se subordinam. O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, liderado pela ministra bolsonarista Damares confirmou à coluna do jornalista Jamil Chade que interage com a organização estadunidense. 

O Ministério de Damares diz que até o momento, nas interações com a ADF, não identificou nenhum posicionamento radical ou desrespeitoso para com qualquer segmento social. E admite que os contatos com a ADF visam o fortalecimento de vínculos familiares, cidadãos, sociais e internacionais com respeito ao pluralismo. 

O jornalista chama a atenção para o ativismo do governo Bolsonaro no plano internacional em torno de temas como agenda antiaborto, sempre em associação com o governo Trump. 

Nos Estados Unidos a  ADF é acusada de ser grupo de ódio. A ministra Damares mantém contato com a entidade desde 2012, muito antes de Bolsonaro ser eleito e de ela ser guindada à posição de ministra. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247