Governo evita greve da PF com aumento de 15,8%

Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Jones Borges Leal, disse que os servidores decidiram dar um voto de confiança para o governo; para arcar com o reajuste, governo precisará fazer uma alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 e na Lei Orçamentária Anual (LOA)

Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Jones Borges Leal, disse que os servidores decidiram dar um voto de confiança para o governo; para arcar com o reajuste, governo precisará fazer uma alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 e na Lei Orçamentária Anual (LOA)
Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Jones Borges Leal, disse que os servidores decidiram dar um voto de confiança para o governo; para arcar com o reajuste, governo precisará fazer uma alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 e na Lei Orçamentária Anual (LOA) (Foto: Roberta Namour)

247 – Para evitar greve durante a Copa do Mundo, o governo federal fechou acordo para conceder reajuste de 15,8% para agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal, segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef).

De acordo com o presidente da entidade, Jones Borges Leal, os servidores decidiram dar um voto de confiança para o governo.

Pelo acordo, haverá um aumento de cerca de 12% na folha salarial deste mês, com pagamento em julho, e o restante virá em janeiro de 2015. Para isso, governo precisará fazer uma alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 e na Lei Orçamentária Anual (LOA).

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247