Governo não garante no Orçamento de 2023 aumento do Auxílio Brasil nem correção do Imposto de Renda

Adicional de R$ 200 para o Auxílio Brasil é medida eleitoreira que vale apenas até dezembro de 2022

www.brasil247.com - Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.
Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


247 - Jair Bolsonaro vai enviar a proposta de Orçamento de 2023 sem reajuste da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), descumprindo promessa eleitoral feita por ele em 2018. Não haverá tampouco reserva de recursos para garantir a continuidade do adicional de R$ 200 para o Auxílio Brasil, em mais uma prova de que o aumento oferecido agora tem caráter eleitoreiro, com prazo marcado para terminar em dezembro de 2022. 

Os cálculos para o envio do Orçamento foram discutidos em reunião desta quinta-feira (4) da Junta de Execução Orçamentária (JEO), formada pelos ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia), informa o jornal Valor Econômico.

No caso da correção da tabela do Imposto de Renda, a Receita Federal já preparou um leque de cenários com mais de cem combinações de mudanças. As faixas salariais usadas para aplicar o desconto do Imposto de Renda estão congeladas desde 2015 - o que, na prática, significa maior carga tributária para as famílias. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O déficit previsto pelo governo no momento está próximo ao limite de R$ 65,9 bilhões autorizado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email