Governo Temer tenta posar de democrático na OEA e leva lição de moral da Venezuela

Governo Temer toma lição de moral na 47a reunião da Organização dos Estados Americanos; no encontro, que acontece em Cancún (México), o representante da Venezuela afirmou que um país com um governo fruto de um golpe de estado e que não foi eleito pelo voto popular não pode dar lições de democracia a ninguém; "Achei que o diplomata brasileiro era um homem a temer, mas ele é apenas um homem de Temer", disse o representante da Venezuela na OEA

Governo Temer toma lição de moral na 47a reunião da Organização dos Estados Americanos; no encontro, que acontece em Cancún (México), o representante da Venezuela afirmou que um país com um governo fruto de um golpe de estado e que não foi eleito pelo voto popular não pode dar lições de democracia a ninguém; "Achei que o diplomata brasileiro era um homem a temer, mas ele é apenas um homem de Temer", disse o representante da Venezuela na OEA
Governo Temer toma lição de moral na 47a reunião da Organização dos Estados Americanos; no encontro, que acontece em Cancún (México), o representante da Venezuela afirmou que um país com um governo fruto de um golpe de estado e que não foi eleito pelo voto popular não pode dar lições de democracia a ninguém; "Achei que o diplomata brasileiro era um homem a temer, mas ele é apenas um homem de Temer", disse o representante da Venezuela na OEA (Foto: Charles Nisz)

247 - Mais um vexame internacional do governo de Michel Temer, desta vez na 47a reunião da Organização dos Estados Americanos, que acontece em Cancún, no México. Após atacar o governo venezuelano, o diplomata brasileiro leva uma lição de moral do colega do país caribenho."Não podemos levar a sério nenhum argumento de um governo que é resultado de um golpe de estado. Nós estamos convencidos que o atual governo do Brasil é resultado de um golpe de estado. Mais ainda, por não ter sido eleito, esse governo não representa a voz do povo", disse o representante venezuelano na OEA.

"O dia que o Brasil tiver novamente um governo eleito por eleições livres e democráticas, nós levaremos a sério os argumentos do Brasil", continuou o diplomata vizinho. 'Além do mais, seu presidente está envolvido em casos de corrupção, os maiores casos ocorridos no Brasil nos últimos anos. É inaceitável que seus diplomatas venham nos dar lições de democracia", afirmou o diplomata da Venezuela.

O enviado da Venezuela na OEA disse que "todos os limites foram excedidos e que um representante de um governo ilegítimo não poderia dar lições de moral à Venezuela. Ele encerrou sua falar com uma frase de efeito: "Quando cheguei aqui, pensei que o representante do Brasil era um homem a temer, mas ele era apenas "um homem de Temer".   

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247