Gráfica que imprime o Enem decreta falência e abre nova crise no MEC

RR Donnelley, multinacional responsável pela impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), decretou falência nesta segunda-feira (1); provas do Enem deveriam ser encaminhas à gráfica até o próximo mês, no mais tardar, para evitar possíveis atrasos na realização do exame, marcado para novembro; falência da gráfica se soma a atual crise no MEC, marcada pelo recuo de decisões estratégicas e pela demissão de servidores 

Gráfica que imprime o Enem decreta falência e abre nova crise no MEC
Gráfica que imprime o Enem decreta falência e abre nova crise no MEC (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A RR Donnelley, multinacional responsável pela impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), decretou falência nesta segunda-feira (1). Segundo comunicado feito pela empresa, a gráfica "precisou encerrar suas operações no Brasil" devido as "atuais condições de mercado". As provas do Enem deveriam ser encaminhas à gráfica até o próximo mês, no mais tardar, para evitar possíveis atrasos na realização do exame, marcado para novembro.

De acordo com o blog da jornalista Renata Cafardo, do jornal O Estado de S. Paulo, a falência da gráfica se soma a atual crise no Ministério da Educação (MEC). Na semana passada, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Marcus Vinicius Rodrigues, foi demitido em meio a um desentendimento com o ministro Ricardo Vélez Rodríguez. (Leia no Brasil 247)

Rodrigues, que foi o responsável pela decisão que suspendeu a avaliação da alfabetização no País e que foi revogada por Vélez, também deveria implantar a comissão que analisaria as questões com cunho "ideológico" que deveriam ficar fora do Enem.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email