Guedes chega em acordo com senado e fecham em R$ 120 bilhões para socorro a estados e municípios

Destes R$ 120 bilhões, R$ 60 bilhões irão diretamente para o caixa de governadores e prefeitos

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, falam ࠩmprensa aps se reunirem na residꮣia oficial da Presidꮣia do Senado.
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, falam ࠩmprensa aps se reunirem na residꮣia oficial da Presidꮣia do Senado. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após negociação com o Senado, o ministro da Economia Paulo Guedes elevou para R$ 120 bilhões o pacote de socorro para estados e municípios diante da crise causada pelo coronavírus. Destes, R$ 60 bilhões irão diretamente para o caixa de governadores e prefeitos. Nos meados de abril, a proposta apresentada previa uma ajuda financeira de R$ 77,4 bilhões - sendo R$ 40 bilhões de transferência direta.

Com a crise econômica, causada pela quarentena, alguns estados e municípios alegam que logo ficarão sem recursos para pagar salários e para outros gastos públicos. 

A nova versão do pacote de socorro foi entregue aos senadores pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), no começo da tarde desta quinta-feira, 30, e pode ser votada no sábado, 2 de maio.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247