Guedes diz ser incapaz de articular a reforma: 'não tenho bom temperamento'

"Vocês viram o meu desempenho lá [na CCJ]. Eu não tenho temperamento para isso", disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmando o que disseram os parlamentares da oposição, que consideraram que o ministro é destemperado e que sua apresentação técnica foi medíocre

Guedes diz ser incapaz de articular a reforma: 'não tenho bom temperamento'
Guedes diz ser incapaz de articular a reforma: 'não tenho bom temperamento' (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, confessou o que vários parlamentares da oposição afirmaram durante a sua sabatina na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados na semana passada: "não tenho bom temperamento".

"Vocês viram o meu desempenho lá [na CCJ]. Eu não tenho temperamento para isso", disse o ministro da Economia, que declarou ainda que não se considera um bom político, mas que é um defensor "honesto" de algumas propostas econômicas.

Durante a sessão, Guedes bateu-boca com parlamentares da oposição ao ser questionado sobre a proposta de capitalização da Previdência. "De tudo que falavam sobre o Paulo Guedes, confesso que achei muito fraco e muito despreparado. Achei que nós íamos encontrar alguém com capacidade de defender a proposta do governo Bolsonaro, a proposta pé na cova. Mas na verdade apareceu aqui um indivíduo que não teve nenhum argumento consistente para sustentar a lógica desse modelo de Previdência com regime de capitalização que eles estão propondo", afirmou o deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, após a sessão no último dia 3.

O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) disse que Guedes é tratado pela mídia e pelo mercado como último "gatorade do deserto" e considerou sua apresentação técnica medíocre.

Nesta segunda-feira (8), Guedes confirmou as impressões dos parlamentares. "Eu não tenho a pretensão de ser coordenador político", afirmou o ministro. "A coordenação da reforma está em excelentes mãos, como Rogério Marinho (secretário de Previdência), o Bruno Bianco, que é a voz do Mickey. Eu sou animal de combate em economia, não sou para fazer essa coordenação", emendou.

Guedes, no entanto, disse que não é o único inabilitado. Afirmou que até o coordenador político oficial do governo, o ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil), tem suas "dificuldades".

"O Onyx tem lá suas dificuldades. É natural", disse.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247