Guerra entre Congresso e Governo pode ter novas batalhas depois do carnaval

Os ataques do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, ao Congresso Nacional deixaram graves sequelas. O troco pode vir depois do carnaval

Jair Bolsonaro e plenário da Câmara dos Deputados
Jair Bolsonaro e plenário da Câmara dos Deputados (Foto: José Cruz/Agência Brasil | Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ainda repercute profundamente entre deputados e senadores a acusação do general Augusto Heleno de que eles chantageiam o governo. 

Ainda pior foi a orientação que o general deu a Jair Bolsonaro de convocar o povo às ruas contra o Congresso. 

A jornalista Vera Rosa informa em sua coluna no Estado de S.Paulo que os parlamentares prometem criar muitas dificuldades para o Planalto, rejeitando  Medidas Provisórias nas comissões ou simplesmente deixando-as caducar.

Segundo a jornalista, "o Congresso quer passar um 'recado' a Bolsonaro de que a caneta presidencial tem limites porque ele não pode administrar por MPs 'nem por WhatsApp', como diz o governador de São Paulo, João Doria".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247