Haddad é condenado a pagar quase R$ 80 mil a Edir Macedo

Na ação, Haddad se defendeu dizendo que não tinha intenção de ofender o líder religioso, mas isso não foi suficiente para o juiz Marco Antonio Botto Muscari, que afirmou na decisão que o petista sabia que suas palavras seriam ofensivas; petista pode recorrer da decisão

Haddad é condenado a pagar quase R$ 80 mil a Edir Macedo
Haddad é condenado a pagar quase R$ 80 mil a Edir Macedo (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)

247 - Fernando Haddad, presidenciável do PT derrotado nas urnas nas eleições deste ano, sofreu mais uma derrota, desta vez na Justiça. O petista foi condenado por danos morais nesta quarta-feira (12) por ter chamado o líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, de “fundamentalista charlatão com fome de dinheiro”, e terá de pagar R$ 79,1 mil.

Na ação, Haddad se defendeu dizendo que não tinha intenção de ofender o líder religioso, mas isso não foi suficiente para o juiz Marco Antonio Botto Muscari, que afirmou na decisão que o petista sabia que suas palavras seriam ofensivas.

“Pode-se gostar ou não da crença, da figura e da Igreja do autor. Pode-se evitar seus templos, seus programas de televisão e inclusive dar notitia de irregularidades às autoridades competentes. O que não se pode, em hipótese alguma, é atribuir ao bispo características incompatíveis com a liderança que exerce perante milhões e milhões de cidadãos brasileiros e estrangeiros”, disse, em trecho da sentença.

A decisão é de primeira instância e Haddad pode recorrer ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247