Haddad sobre Bolsonaro eleito personalidade corrupta do ano: "reconhecimento tardio e parcial"

"Por que “do ano”? A família passou 28 anos desviando recursos públicos. Reconhecimento tardio e parcial", afirmou Fernando Haddad

Fernando Haddad e Jair Bolsonaro
Fernando Haddad e Jair Bolsonaro (Foto: Abr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro Fernando Haddad ironizou o "prêmio" concedido a Jair Bolsonaro por um consórcio de imprensa o elegendo como a “Personalidade Corrupta do Ano em Crime Organizado e Corrupção".

Em sua página nas redes sociais, Haddad disse que é "muito injusto o prêmio 'corrupto do ano' para Bolsonaro". "Por que “do ano”? A família passou 28 anos desviando recursos públicos. Reconhecimento tardio e parcial", afirmou.


 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email