Helena Chagas: A pedalada do TSE vai salvar Temer?

Jornalista helena Chagas, do blog Os Divergentes, avalia que mesmo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vote de forma favorável a Michel Temer no processo que julga a cassação da chapa Dilma - Temer, a batalha política deverá continuar; "Dependendo do clima pós-julgamento, há risco real de debandada. Afinal, quem está se saindo bem no debate, transmitido ao vivo, é o relator Herman Benjamin. Inesperadamente, Luiz Fux também está brilhando na defesa aguerrida da inclusão dos depoimentos da Odebrecht no processo. Tudo indica que o lado perdedor, ao qual se juntou Rosa Weber, levará a vitória moral"; avalia

Jornalista helena Chagas, do blog Os Divergentes, avalia que mesmo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vote de forma favorável a Michel Temer no processo que julga a cassação da chapa Dilma - Temer, a batalha política deverá continuar; "Dependendo do clima pós-julgamento, há risco real de debandada. Afinal, quem está se saindo bem no debate, transmitido ao vivo, é o relator Herman Benjamin. Inesperadamente, Luiz Fux também está brilhando na defesa aguerrida da inclusão dos depoimentos da Odebrecht no processo. Tudo indica que o lado perdedor, ao qual se juntou Rosa Weber, levará a vitória moral"; avalia
Jornalista helena Chagas, do blog Os Divergentes, avalia que mesmo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vote de forma favorável a Michel Temer no processo que julga a cassação da chapa Dilma - Temer, a batalha política deverá continuar; "Dependendo do clima pós-julgamento, há risco real de debandada. Afinal, quem está se saindo bem no debate, transmitido ao vivo, é o relator Herman Benjamin. Inesperadamente, Luiz Fux também está brilhando na defesa aguerrida da inclusão dos depoimentos da Odebrecht no processo. Tudo indica que o lado perdedor, ao qual se juntou Rosa Weber, levará a vitória moral"; avalia (Foto: Paulo Emílio)

247 - A jornalista helena Chagas, do blog Os Divergentes, avalia que mesmo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vote de forma favorável a Michel Temer no processo que julga a cassação da chapa Dilma - Temer, a batalha política deverá continuar.

"Enquanto o tribunal julga, aparecem em média dois fatos negativos para Temer por dia. Só de ontem para cá, o noticiário em torno do uso do avião da JBS, com o desmentido do desmentido, o depósito de propina para o agora preso Henrique Eduardo Alves na conta de campanha de Michel, a notícia da delação de Lucio Funaro, a transferência de Rocha Loures para a Papuda, etc etc etc. Nada indica que essa sangria, que já está mudando os ânimos dos tucanos que ainda queriam ficar no governo, não irá continuar", analisa.

"Dependendo do clima pós-julgamento, há risco real de debandada. Afinal, quem está se saindo bem no debate, transmitido ao vivo, é o relator Herman Benjamin. Inesperadamente, Luiz Fux também está brilhando na defesa aguerrida da inclusão dos depoimentos da Odebrecht no processo. Tudo indica que o lado perdedor, ao qual se juntou Rosa Weber, levará a vitória moral".

Leia a íntegra do artigo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247